quarta-feira, 24 de setembro de 2014



TALENTO É UM PRESENTE DE DEUS!




A paz do Senhor Jesus, meus amores! A todos vocês que acompanham este blog, um muito obrigada! Espero que vcs não estejam desapontados com a minha ausência repentina, mas já estou de volta com uma matéria quentinha pra vcs hoje:


O assunto, como vcs devem imaginar, vugo título acima, tem suas raízes em Deus, em Jesus Cristo. Na verdade, eu sempre estou procurando um tema novo para agregar ao blog, mas esse veio tão rapido e subitamente, que, imediatamente quis colocá-lo aqui a fim de não perder o fio da meada. 


Espero que vcs continuem seguindo e acompanhando o blog, eu sei quem é a maior parte de vcs, mas, mesmo aqueles que eu não conheço tem um lugarzinho especial no meu coração por dedicarem seu tempo à apreciação genuína do meu humilde blog. 


Bem, antes de irmos para as fotos de hoje (como sempre) eu gostaria de lhes apresentar versículos bíblicos, pois sou, mais do que professora, artista e mãe, uma serva de Deus:

"Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência em todo artifício, para inventar invenções, e trabalhar em ouro, e em prata, e em cobre, e em lavramento de pedras para engastar, e em artifício de madeira, para trabalhar em todo lavor."

Êx. 31. 2-5


"E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todo aquele que é sábio de coração, para que façam tudo o que te tenho ordenado, a saber, a tenda da congregação, e a arca do Testemunho e o propiciatório que estará sobre ela, e todos os móveis da tenda; e a mesa com os seus utensílios, e o castiçal puro com todos os seus utensílios, e o altar do incenso; e o altar do holocausto com todos os seus utensílios e a pia com a sua base; e as vestes do ministério, e as vestes santas de Arão, o sacerdote, e as vestes de seus filhos, para administrarem o sacerdócio; e o azeite da unção e o incenso aromático para o santuário; farão conforme tudo que te tenho mandado."

Êx. 31. 6-11


Estas são apenas algumas passagens bíblicas que comprovam que o talento, propriamente dito, vem de Deus. Do Espírito de Deus.


É claro que, talvez você se pergunte, todos os talentos vêm de Deus? Bem, meu irmão em Cristo, como ser humano eu também já me fiz essa pergunta.

Serão as danças sensuais, a "arte da guerra" ou mesmo certos tipos de lutas, como o kung fu (desculpem-me se a grafia estiver errada) e o karatê (que têm raízes em religiões pagãs, sem ser preconceituosa) talentos? Bem, talvez muitos digam que sim. Mas não talentos que provém de Deus. 

A dança, por exemplo, não é maligna. Dança é arte. Davi dançava e glorificava a Deus, porque a sua dança era para a glória de Deus. Também não adianta possuirmos uma habilidade do Espírito (como os dons do Espírito) e não a usarmos para a glória do Senhor Jesus. 


Eu, Mary Busson, recebi o dom do Espírito para fazer "obra de artista" como a Bíblia define, mas isso adiantaria se eu não honrasse ao Senhor, que me deu o dom? O que restaria? O opróbrio e a vergonha que muitos por aí (principalmente pessoas famosas, por exemplo) tem passado e se deixado passar em suas vidas, por não glorificarem ao Senhor com a dádiva que receberam.


Não estou julgando ninguém, inclusive sei que muitos ganham talentos do Senhor e não sabem disso. Talvez pensem que "mereceram" ou simplesmente faz parte deles como o organismo faz parte, uma coisa que é "sua", portanto, eles podem fazer o que bem entendem desprezando o propósito divino. 


Pior que isso, são aqueles que não tem duvidas das "minas" que receberam de Deus, como na parábola de Jesus, e mesmo assim a usam para os seus fins egoístas, ou não as usam para Deus, mas por alguma razão, acabam enterrando-as. 


Vcs podem dizer que existem habilidades que se adquirem com a técnica, trabalho duro e aprendizado, e eu não nego isso, pelo contrário. Eu, por exemplo, não sou a mesma artista desde que me "descobri" como artista. Prossegui mudando, me aperfeiçoando e me reinventando... Ou seja, foi uma mudança positiva? É claro que sim! Através dela eu pude honrar ainda mais o meu Deus e mostrar ao mundo que o que tenho é de Deus, assim como todos nós somos Dele.

É claro que alguém pode buscar à melhora se aperfeiçoando no talento que Deus lhe deu, ou se esforçando para adquirir um talento que Deus permite que ele alcance pelo seu empenho. Não importa o que façamos, pois o bom talento vem de Deus. Não é maravilhoso, amados?


Se mudamos para regredir, então é melhor que não mudemos. Não podemos arriscar perder "a essência" que nos aproxima e que glorifica o Criador. A própria existência humana foi feita para a glória de Deus! Veem como essa revelação divina é poderosa, mais que poderosa, ela é TRANSFORMADORA!!



Para concluir, se nós honrarmos o que Deus nos deu e honrarmos a Deus para que ele nos dê o talento, estaremos obedecendo e glorificando o seu chamado através de nós mesmos. Se alguém é vítima de inveja e cobiça por causa do dom que Deus lhe deu, não deve se abater nem murmurar e muito menos desistir!


 O presente é seu. Deus deu a você para a obra que Ele tem escolhido. O ser humano ufanista e cobiçoso não tem parte no ministério de Deus, a não ser que se arrependa, aceite e peça a Deus o propósito que Ele tem para a sua vida, caso contrário, se tornará amargo e infeliz, tampouco o Senhor abençoará a ele e suas obras, mas as abominará, pois Deus é Bom e Justo.


A cada vez que esquadrinho a Palavra do Senhor, mas tenho certeza de que não se trata apenas de um livro, mas de uma revelação, um manual de instruções, a boca e a Espada de Deus nesta terra para nos advertir, exortar, confortar, abençoar e ensinar e principalmente salvar, a fim de que esperemos Nele, pela sua graça e compaixão, nos conduza até a Vida e a Glória que Ele nos tem preparado. 


Afinal, se nos regozijamos com o dom que seu Santo Espírito voluntariamente nos dá, quanto mais a Glória que ele nos dará no porvir, pois isso também vem de Deus! Aleluia!

PS: Eu realmente espero que todos tenham gostado da matéria que postei hoje! Eu a fiz com toda a sinceridade de coração e espero que o Senhor possa lhes dar paz e vida!





Até a próxima! 








segunda-feira, 28 de julho de 2014


A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DOS PAIS NOS EVENTOS DE FUTEBOL AJUDANDO NA VALORIZAÇÃO E FORMAÇÃO DOS FUTUROS TALENTOS 




Eu, Mary Busson, como professora durante anos, reconheço a importância da educação no mundo em que vivemos hoje, mas não só no âmbito escolar, como vocês, meus amados leitores, devem imaginar.
Educação começa em casa. Isso é comprovado inclusive na Bíblia: "Ensina teu filho no caminho que deve andar..." E tenho certeza que vocês já sabem o resto.
Caso não saibam, participo de um projeto que um de meus filhos desenvolve. E é sobre isso que vou falar hoje.
Futebol. No Brasil, o esporte é levado tão a sério que, para muitos pequenos em nosso país, é tido como objetivo de vida. Afinal, quem nunca sonhou em ser um jogador de futebol? Eu! Respondo prontamente. Brincadeirinha! Não, é verdade mesmo!
Enfim, é por isso que existem as tais escolinhas de futebol. Alguém já ouviu falar? Não? Pois vai ouvir agora!
Bom, Mary, você me pergunta, o que a educação tem a ver com tudo isso? Eu respondo: tudo! Como eu disse, a educação começa em casa. As famílias das crianças são responsáveis por desempenhar este papel, gostando a criança de futebol ou não.

Quero que você veja atentamente as fotos a seguir:












Foram tiradas em uma escolinha de futebol local em que participo junto com meu filho.
Você está vendo? A felicidade e o ânimo contido em cada rosto? Este é o propósito desta postagem de hoje. Mostrar o quão é preciso que os pais estejam perto de seus filhos. Nesse caso, a escolinha de futebol como exemplo. A família tem de interagir com seus filhos não somente em casa (apesar da educação começar em casa) nem na escola, mas em todo o lugar que puder.

Todos vocês, repito, todos vocês que estão lendo esta atualizaçao do blog, viram a goleada que o Brasil sofreu da Alemanha. 7x1! 7x1? Quem é que PODERIA esquecer, me digam? Acho que nem na próxima Copa do Mundo, os brasileiros superarão um jogo tão traumático.


 Num programa de TV, foi exibido (assisti às duas vezes) uma matéria sobre a educação e o desenvolvimento dos jogadores de futebol alemães. Eu não sou versada em futebol e nem quero ser. Mas entendi que a partir do momento em que os alemães perceberam as falhas que vinham cometendo, começaram (sem desistência) a investir em educação. Não só educação futebolística, meus amados irmãos, mas educação. Escolas que formaram craques alemães não deixaram de cobrar rigidez e compromisso não só com os estudos (aqui no Brasil, ainda há uma parcela da população que não é alfabetizada e nem sequer frequentou uma escola. Sem falar naqueles que tem todo o tipo de obstáculos para estudar, principalmente dentro de casa, e infelizmente, a maioria das escolas públicas não dispõem de uma educação como muitos institutos particulares. Nem vou comentar aqueles pequenos que desistem de estudar ou matam aula pra jogar bola na rua) mas com todas as coisas. Começam desde cedo, em escolinhas preparatórias, depois vão até para "internatos" em que estudam pela manhã e treinam a tarde. Os pais, sempre presentes, é claro, apoiando seus filhos e seus sonhos. Sei que muitos pais gostariam de ter um jogador de futebol na família. Mas mesmo que meninos e meninas não tenham esse sonho, os pais devem apoiá-los da mesma maneira.




Vendo aquele documentário na Alemanha (com certeza justificados da imagem ruim que deixaram com a Segunda Guerra Mundial) e vendo a disciplina, a tática e a habilidade em que aqueles pequenos loirinhos eram ensinados em um trabalho que durou mais de 10 anos para colher seus frutos, fica mais fácil entender porque eles bateram de frente com o Brasil (que sofreu uma derrota mais que humilhante em casa, e como se não fosse de somenos, deixando a FIFA extorquir todo o nosso dinheiro e cair fora, quando não temos nem mesmo saúde, segurança e educação decentes) e levaram a taça merecidamente.



Os brasileirinhos precisam ser educados com princípios e valores, mas não adianta nada disso se ele não tiver a certeza de que está sendo apoiado. Ser apoiado é ser amado. E quando eu digo apoiado, quero dizer em coisas boas. Coisas que deem frutos, (como Jesus Cristo e Sua Palavra) pois se pais e mães apoiam seus filhos, eles mostram que se importa com eles. Vocês, papais e mamães que leem este blog vão entender direitinho o que estou dizendo. 







Por isso, gostaria de parabenizar, em nome de Jesus, as famílias, os pais, as mães, avôs, avós, tios, tias, enfim, que apoiam seus filhos em projetos como este. Pode ter certeza que o seu amor renderá frutos. Quem sabe se não é o seu filho que vai tirar a imagem horrível que paira no futebol brasileiro? Quem sabe se seu filho não será um presidente da república (tão bom quanto J.K.?) no futuro, ou não será ele que defenderá ou julgará muitas causas em nome da justiça? Quem sabe se ele vai ser um inventor que revolucionará a tecnologia mundial, ou desenvolverá projetos para facilitar nossa boa vida cotidiana? Ele pode ser um empreendedor famoso, um chef de cozinha, um pastor amoroso e compromissado com Jesus e sua obra, quem sabe se não vai ser um médico ou um bombeiro que ajudará a salvar muitas vidas? Quem sabe? Só Deus sabe, é bem verdade, mas, não se preocupe, pois logo logo você saberá!

A paz do Senhor! 

terça-feira, 3 de junho de 2014

NOVÍSSIMO TRABALHO PAINEL QUE HOMENAGEIA TODOS OS CONVOCADOS DA SELEÇÃO BRASILEIRA - CEI (CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - SAMAMBAIA NORTE) - FESTA JUNINA